DA HIGIENIZAÇÃO NÃO SIGILOSA DAS SECRETAS

Agrada a extinção das gorduras departamentais dos gordurosos serviços secretos, SIS e SIED, com a exoneração de funcionários que, furando as suas obrigações deontológicas a troco sei lá de que cobres, expuseram à comunicação social, no Verão passado, factos melindrosos para os serviços e para outros colegas, rebaixando abaixo do reles e do hilariante o suposto secretismo dos serviços secretos. É duvidoso que no jogo político em decurso na envolvente das eleições de Junho de 2011 estivesse em causa qualquer cumprimento do dever perante lei e República nos que denunciaram colegas. Teria de haver muitíssimo mais em jogo que somente toda essa pureza chibante. Vida nova e novos ares no SIS e SIED, portanto.

Comments

Miguel said…
Queremos mais dessas.
floribundus said…
as secretas não são discretas
estão de portas abertas
Daniel Santos said…
acreditas nisso?