sábado, dezembro 24, 2011

DEFENDER E RESPEITAR OS CONTRIBUINTES

«Para mim o problema não está nas portagens em si, até porque sou defensor do princípio do utilizador-pagador. Podemos discutir o valor das mesmas, mas, apesar disso, o essencial é discutir os acordos ruinosos que as ex-scut (e outras auto-estradas) representam para os contribuintes. As auto-estradas não são de graça, seja com ou sem portagens. Agora, auto-estradas que assentam em antigos IP's «modernizados» pelos concessionários é um roubo ao contribuinte. Pode não passar um único carro que o concessionário tem o dele garantido. Mais um negócio, mais uma renda, mais um factor para diminuir a competitividade. Tudo graça aos últimos governos e deputados desta nação. Obrigado Paulo Campos, obrigado Sócrates, obrigado Mota-Engil, BES... Só são mais umas pontes sobre Tejo (outro grande negócio!). Por bom que seja ter as contas em ordem (ao contrário do anterior governo), um governo, para ser de sucesso, só pode ir mais além. Agradecia-se que este governo, em 2012, fosse capaz de defender e respeitar os contribuintes da fazenda. Não acredito nisso, vamos ver.» Miguel

1 comentário:

Miguel disse...

Muito me lisonjeias. Feliz Natal!