domingo, dezembro 25, 2011

JESUS, OS EFEITOS INDELÉVEIS DO ESPÍRITO SANTO

O que é necessário é absorver Cristo e sê-lo na compaixão e no sentido do Outro. Temos, no Porto, um Homem com Palavra cristalina, um Sábio no sentido bíblico do termo, a dizer o que é preciso à nossa sociedade doente. Vale a pena lê-lo, vale a pena ouvi-lo. Profetas e homens de causas não passam sem deixar uma marca transformadora, ainda que pereçam fisicamente. «E, quanto à ressurreição dos mortos, não lestes o que foi dito por Deus: Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaac, e o Deus de Jacob? Ora, Deus não é Deus de mortos, mas de vivos.» Mateus 22.31-32

2 comentários:

Anónimo disse...

Era este Homem que devia JÁ ser Cardeal Patriarca - e não manter-se a situação de Policarpov de agonizante cambalear pastoral até à inevitável reforma (para ele e para os católicos portugueses, que merecem mais). Assim talvez houvesse mais Luz nas cabeças - daquela que dá inteligência, e não daquela que apenas palra rotineiramente 'amor fraterno' como quem cumpre um horário.

Ass.: Besta Imunda

Anónimo disse...

Deus é a esperança e a criação do divino humano!