sábado, dezembro 24, 2011

CAFÉS-TERTÚLIA DO MEU PORTO

Fachada do edifício ÁGUIA D'OURO - aqui funcionaram o cinema e também o CAFÉ com o mesmo nome.
«Ainda não foi feita, em toda a sua profundidade, a verdadeira história dos "cafés" do Porto e a importância que eles tiveram, nomeadamente durante todo o século XIX, nas revoluções literárias, de estética e políticas que tiveram como palco esta nossa cidade. Foi ao redor das mesas de alguns "cafés" do Porto que se forjou, por exemplo, a Revolução Republicana de 31 de Janeiro. Ficaram célebres as "batalhas" literárias que se travaram no desaparecido Café Águia d'Ouro [...] frequentado assiduamente por Camilo, Antero, Arnaldo Gama, Delfim Maia e muitos outros escritores e jornalistas do século XIX, começos do seguinte. Ficaram famosas as tertúlias de alguns "cafés". A do extinto Rialto, na Praça de D. João I, fazia uma revista de poesia: "Notícias do bloqueio", se chamava.» Germano Silva, JN, Domingo, 18 de Dezembro, 2011

Sem comentários: