domingo, dezembro 25, 2011

A CRUZ ONANISTA-NARCISISTA DE PACHECO PEREIRA

«Pacheco está sem Norte, sem auditório atento, sem o protagonismo que, por arrasto, uma sua chefia lhe poderia conferir (sim, porque quanto a ser 'ele' um 'candidato' a coisa de primeira linha  nem pensar). Manuela já só faz aparições episódicas quando insistentemente convidada; Cavaco já mostrou o que será e o que fará durante o resto dos seus 4 anos na Presidência; todos os seus lugares de refúgio político e "enquadratório" estão  para Pacheco  destruídos ou injustamente ocupados por outrem. E no entanto conserva vários púlpitos televisivos, blogueiros e papeleiros. Tudo se poderá resumir ao facto de Pacheco não controlar afinal nada, não entender algumas coisas (como nós, os mortais...); e não estarmos em época em que nos possamos agarrar a algo parecido com "belas certezas". Está sombrio, deprimido, desprezado, embezerrado. Pois é.» Besta Imunda

Sem comentários: