terça-feira, novembro 10, 2009

AUTO-EROTISMO DO REGIME

Perante os tempos de horror ético por que passamos, Santana era um viginal menino de coro. O Regime assiste indubitavelmente aos seus últimos dias.

Sem comentários: