terça-feira, novembro 17, 2009

SUCATOVIC, O VARA DE CONDÃO, ALINHA

De início. Há grandes expectativas que o Regime pare para ver este grande jogo e todos os sucateiros, corruptos passivos e corruptos activos, suspendam a actividade embaraçada dos seus quadris, dispam o fato de executivos, entre o tribunal e o Gabinete de Sugar o Estado, só para ver Simão driblar a bola e ultrapassar um bósnio. Há ainda quem não se demita. Há ainda quem se mantenha à tona a ver se o Descalabro sai de agenda mediática, tal como a escandaleira do Freeport, que foi morrendo mediaticamente e também no abafadouro da Justiça pródiga em abafamentos, tão perita em abafar que mais correcto seria chamar Abafadoria da República à respectiva Procuradoria. Em Portugal, já ninguém mediaticamente queimado põe o lugar à disposição. Tem de ser chutado. Ninguém se manca. Está tudo à espera que o desespero das famílias engendre uma casta de violentos desesperados, capazes de no furor da paixão, acordarem as molezas passentas nacionais ao mais alto nível baixo da República. As Empresas Públicas pagam o almoço aos coitados dos gestores cessantes na despedida da tutela. É uma gente indigente e esfomeada que se encosta ao Estado como o cigano à carroça, o burro à palha e o Pinóquio à Cicciolina. Há um grande esforço da parte do Estado, das Empresas do Estado, das PPPs, em continuar a rir na nossa cara. E ainda há quem suponha estar o coitadinho do PM a ser visado e perseguido a torto e a direito, Deus meu! Mas afinal quem é o exemplar maestro de tudo isto?! Quem pratica a religião e o desporto selvático de comer os orçamentos de Estado, distribuir gamelas, promover imberbes dos governos a institutos e observatórios e autoridades independentes de concorrência?! O Mal é profundo e precisa ser estirpado sem olhar a meios, desde que pacíficos, racionais e inteligíveis, fora quem vá enlouquecendo pelas grosseiras e insultuosas distorções em progresso. Parem de prostituir o Povo Português! Parem de usurpar os recursos do Povo Português! Não há futebol que no-lo aliene da mente! Parece que há notícias que se eliminam da plataforma on-line tal o escândalo que geram!

Sem comentários: