quarta-feira, julho 21, 2010

ANGOLA, ANGOLA, ANGOLA

Cavaco sublinha-o e deve ser verdade: Angola é uma terra da promissão económica para Portugal, onde correrá reciprocamente o leite e o mel do progresso e do bem-estar locais. Se por lá estão cem mil portugueses a trabalhar e a escapar de dívidas fiscais ou outras contraídas por cá-Portugal, não fosse a questão dos vistos, estariam quinhentos mil sem espinhas por razões equivalentes. Cavaco sonha em voz alta, enquanto é aclamado pelas multidões calorosas. Anuncia o dia em que turistas de todas as proveniências descobrirão a extraordinária beleza da província de Huíla, com as empresas portuguesas a cumprir ali as suas responsabilidades sociais. Tocante! É bonito este redesenho do bolorento slogan de guerra «Angola é nossa!»... prioridade e, já agora, prioridade do Brasil também! Todos queremos acreditar que sim.

Sem comentários: