quarta-feira, julho 28, 2010

GOLDEN CHULOS

Em 15 dias foi toda uma noção de "interesse nacional" e "dimensão estratégica" que se transviou ou trocou radicalmente, trocando ou transviando uma posição de controlo na Vivo por uma posição minoritária na Oi. Começar de novo... Farsa, pois, à altura dos farsantes de serviço. Até eu fui na converseta primária do "interesse nacional", como se tudo não fosse uma questão de dinheiro, sedução básica, populista, com manipulação massiva das tripas nacionais, enganadas com um refrão falso e um logro óbvio e, finalmente, a submissão retardatária ao mais forte. 

2 comentários:

Daniel Santos disse...

mas olha que mais 400 milhões é muita conversa.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.