sexta-feira, julho 23, 2010

HIPERLIBERALISMO PS

As vantagens e desvantagens da abertura dos hipermercados são tão intrincadas que extremar as posições nos deixa a ridículo. Mas aqui deve destacar-se desde logo a forma como o PS-Governo  "defende" o Estado Social enquanto coopera com a extrema e bem sucedida avidez dos donos dos hipermercados: dizem que este alargamento de horários aumentará imediatamente o emprego, mas é fácil perceber que o lucro tem outros desígnios que os sociais e o que aumentará de número serão as sofisticadas máquinas automáticas de pagamento das compras. Elas e os lucros dos hiperdonos é que aumentam largamente em detrimento do emprego das pessoas e da componente social que deveria residir no trabalho. Os números que provam este desnível são públicos. É só fazer as contas. Afinal, o PS-Governo não perde uma oportunidade para ser ultraneohiperliberal, enquanto chora lágrimas de crocodilo e se imobiliza contra a salvação do Estado Social Falido.  

1 comentário:

Daniel Santos disse...

2000 novos postos de trabalho.