quinta-feira, julho 22, 2010

O PAÍS NÃO AGUENTA

«O país não aguenta, financeiramente, continuar a dar tudo a todos sem discriminação positiva. Não é justo que a D. Maria, reformada com uma pensão de €450,00 pague o mesmo valor pelos serviços públicos de saúde pago pelo António, Técnico Superior, que aufere um vencimento de €1900,00 mensais. Este pode pagar um pouco mais para que a outra pague bastante menos. Aquilo que o PSD propõe é simples e de fácil compreensão: “Através de um serviço nacional de saúde universal e geral, não podendo, em caso algum, o acesso ser recusado por insuficiência de meios económicos” – proposta para o Art.64 nº2 (Saúde). Não sendo um documento fechado mas antes uma proposta, não admira que possa sofrer alterações (como aconteceu ontem) e tendo de ser aprovado por uma maioria de 2/3, certamente terá de passar por uma negociação que vise adequar a todos os legítimos interesses das partes. Mas uma coisa é certa: o actual “Estado Social” terá de ser profundamente reformulado por um simples motivo: está falido. Completa e absolutamente. Mais oportuno que isto? Não conheço.» Fernando Moreira de Sá

Sem comentários: