domingo, julho 25, 2010

TRAGIC LOVE PARADE

Dezanove pessoas morreram e trezentas e quarenta e duas estão feridas com gravidade na sequência do desejo de chegar à Love Parade da cidade alemã de Duisburgo. Concebida em Berlim, em 1989, para celebrar o espírito da queda do Muro, a Love Parade juntava todos os anos, na capital alemã, cerca de dois milhões de participantes heterossexuais, homossexuais e indefinidos. Ontem deu para o torto e à entrada do espaço para o efeito, quando o pânico irrompeu num túnel de acesso que aliás era o único acesso, mas a culpa não é com certeza da opção sexual nem sequer da abundância de sexo, drogas e álcool, ao que consta. Claro que, perante esta tragédia, há quem seja estridente na defesa do facto de a Parada do Amor / Parade der Liebe não ser propriamente uma parada gay, apesar das insinuações dos jornais portugueses, como se não o soubéssemos ou não soubéssemos que relevar isso faz toda a diferença. [foto do The Sydney Morning Herald].

1 comentário:

Zé Povinho disse...

Grandes concentrações de gente em espaços confinados podem sempre dar para o torto quando uma série de factores se conjugam. Lamenta-se o acontecido, por acaso num país onde a organização costuma ser digna de nota.
Abraço do Zé