quinta-feira, julho 22, 2010

LARACHAS DE UM ULTRAPADRINHO

O ultrapadrinho e liberal dador de tachos socialista, Almeida Santos, tem sempre uma laracha polítiqueira a soltar, desde que lhe posicionem um cansativo microfone à frente. Oh, tédio, estes eternos regimentais pançudos, cheios de opiniões e bem cevados às custas de e ao contrário de massas e massas de portugueses!: «"O PSD adoptou uma posição ultraliberal e não me parece que o mundo vá nesse sentido. [...] E esta crise não foi com certeza a esquerda que a criou." As afirmações são de um homem superiormente inteligente, como é Almeida Santos, presidente do Partido Socialista. O tom e o modo são filhos da estratégia do PS de denunciar o PSD e o seu anteprojecto de revisão constitucional - a coisa já passou de neoliberal a ultraliberal e não sei se não haverá outros prefixos ainda mais pérfidos. Talvez ultraneoliberal, dirá algum ministro do actual governo, que pelos vistos não tem de se concentrar na governação, desde que possa malhar no PSD e todos possam ter opiniões sobre a Constituição, mesmo os que são independentes.» Manuel Queiroz

1 comentário:

floribundus disse...

inteligência em crise pemanente