domingo, julho 19, 2009

A CIRURGIA DOS NOMES

Que magnífico! Os nomes. Os nomes avolumam-se. A consciência colectiva rebola de escândalo, na ânsia de dar nome aos bois dos casos BPN e Freeport. Oliveira e Costa e Dias Loureiro para o primeiro. Sete arguidos constituídos e enorme expectaviva quanto ao oitavo e seguintes, no caso Freeport. A conta-gotas, os nomes escorrem no nosso nojo, com a impressão de que a Lei foi feita a seu favor e tem meandros de tudo protelar ad infinitum, naquele arrastamento que macera e dissolve: «As investigações ao caso BPN chegaram a Arlindo de Carvalho. As casas do ex-ministro da Saúde de Cavaco Silva e de Dias Loureiro foram alvo de buscas no final da última semana, de forma simultânea, porque haveria interesse nesse procedimento no âmbito do inquérito.»

2 comentários:

antonio ganhão disse...

Extraordinário e quão inúteis estas diligências...

Força Emergente disse...

Caros amigos
Este Sistema Político e as leis que o regem estão por meses.
Só não será assim se apenas continuarmos a manifestar mágoas e não agirmos. Nós estamos a agir e vamos continuar. Todos não seremos demais. Um desabafo. O Arlindo Carvalho foi meu colega na Universidade. Infelizmente há muito que sabia que os factos passados no IPE, teriam fatalmente que ter consequências, ou então este País seria em definitivo um aglomerado de gente desacreditada.
Sempre dei como exemplo aquilo que aí se tinha passado. Nunca ninguem deu provimento ás investigações há uns anos feitas pelo Independente e então publicadas num numero de Dezembro e com o titulo - UM NATAL DO CARVALHO, ao alto e a ocupar toda a página vinha a fotografia do arlindo carvalho. Aos leitores bastava tirar o V, para saberem que deveria ser uma grande festa. E foi talvez uma das maiores vergonhas e até TALVEZ mesmo roubo, aquilo que se fez no IPE onde tambem estava um tal José Neto. Curiosamente um do PS e outro do PSD. Fiquemos por aqui. Agora o que é preciso é RETOMAR PORTUGAL.
Carlos Luis