domingo, julho 26, 2009

ESSA FARSA DE DESMENTIR

«Joana Amaral Dias, militante do BE, apoiou Mário Soares nas eleições presidenciais de 2006, por motivos que a própria explicou na ocasião. Sempre disse que se manteria no seu quadrante partidário. Cumpriu. Como toda a esquerda falhou nas presidenciais ninguém deste quadrante a pode censurar por não ter conseguido impedir a vitória de Cavaco Silva.Três anos depois foi afastada da direcção do BE com argumentos que não convenceram ninguém. Reagiu ao acto mas não se afastou. Agora alguém no PS pensou ter chegado a hora de lhe dar a escolher entre manter-se no BE sem cargos ou entrar nas listas de deputados por aquele partido, como independente, em lugar francamente elegível. Declinou. Visto assim ninguém fica mal na fotografia. Para quê então ataques e desmentidos por parte daqueles que se não deram conta de estarem perante uma rara e forte personalidade política?» E a palavra de Medeiros Ferreira, no Blogue Bicho Carpinteiro, não serve de nada, esclarecendo todo o contexto em que os convites foram feitos? Atente-se bem no que escreve Medeiros Ferreira, pois Joana Amaral Dias, por sinal, escreve e milita nesse mesmo blogue: «O líder do Bloco de Esquerda (BE) Francisco Louçã afirmou hoje que os "diversos" desmentidos do PS ao eventual convite dos socialistas à militante bloquista para integrar as listas às legislativas são "esclarecedores e iluminadores" sobre o assunto. "Hoje com o desmentido do primeiro-ministro e de Vieira da Silva [ministro do Trabalho] vamos já no quarto desmentido", afirmou o coordenador bloquista.»

1 comentário:

Daniel Santos disse...

Se convidou sem oferecer nenhum presente, nada demais.