quinta-feira, outubro 27, 2011

CAVACO, REI DOS SÉQUITOS

Afinal, há cortes em Portugal, isto é, uma "Corte". O rei delas é Cavaco e há também a sórdida guerra de gabinetes, o gabinete de Cavaco contra o gabinete de Passos, o de Passos contra o de Cavaco e o grande gabinete sobrevivente e anónimo socratista contra ambos e por ninguém a não ser pelo grande póstumo Sócrates e a nostalgia das grandes orgias e velhas pândegas à completa pala do erário. Sérgio Lavos serve aqui de pombinha da paz e da poupança com pança e sem Sancho: «Enquanto Pedro Passos Coelho leva consigo quatro pessoas, incluindo segurança, Aníbal Cavaco Silva arrasta atrás dele um séquito de 23, no qual se incluem mordomo e médico pessoal. O Presidente, que se eternizou na célebre frase “Ninguém está imune aos sacrifícios”, já tinha suscitado consternação aquando da visita aos Açores em Setembro, por se ter feito acompanhar de uma comitiva de 30 pessoas, entre as quais estavam o chefe da casa civil e sua esposa, quatro assessores, dois consultores, um médico pessoal, uma enfermeira, dois bagageiros, dois fotógrafos oficiais, um mordomo e 12 agentes de segurança.» Sérgio Lavos

2 comentários:

floribundus disse...

lembro-me de um título do tempo em que o boxexas era pm
'avião residencial do pm itinerante'

como pr esteve a banhos na ilha do Indico onde filmaram Emmanuela

o sapatilhas mandava buscar de fALCON o sapateiro para os comícios

Os 3 reis magos disse...

São SÓ Ares Sans Payo e Cavacus Silbanus

todos têm as suas cortes e séquitos

sócrates tinha uma corte mas cortou-se


Data released by the European Central Bank show that real M1 deposits in Portugal have fallen at an annualised rate of 21pc over the past six months, buckling violently in September.....coisas da vida

se os reis magos trouxessem os presentes da suissa para belém