domingo, outubro 30, 2011

CRÓNICA DE UMA HIGIENE ANUNCIADA

«Dez dias depois da tomada de Sirte, o estudante de engenharia recorda com orgulho o momento em que desarmou o ditador líbio, mas os minutos que se seguiram – captados em confusos registos de telemóvel – são a imagem de um país sedento de vingança, um veneno que se espalhou com rapidez.» Público

1 comentário:

floribundus disse...

por cá mijam nas calças