domingo, outubro 23, 2011

CULPADO, CULPOSO, CULPÁVEL

«Em matéria de responsabilidade pessoal, Cavaco teve culpa. Criou as carreiras, acabou com a agricultura, cobriu o país de cimento. Enquanto PR, não travou as políticas do anterior Governo que agravaram a situação. Quando os funcionários públicos foram aumentados enquanto as contas públicas patinavam e o sector privado vivia horas de aflição, onde estava ele com as suas preocupações sobre equidade? Lavar as mãos pode agradar ao séquito de fiéis seguidores e entusiasmar os seus inúmeros assessores, mas é um jogo perigoso para Portugal, porque instala na população a falsa sensação de que o PR inviabilizará as medidas mais gravosas que nos são impostas pela conjuntura e, pior do que isso, que elas são desnecessárias ou que decorrem de uma opção política do Governo, quando o próprio sabe que resultam de uma necessidade premente e de uma situação de emergência.» Rui Moreira

Sem comentários: