sexta-feira, outubro 21, 2011

QUANDO MACEDO NOS MACERA

Se é verdade que o ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, recebe todos os meses cerca de 1400 euros por subsídio de alojamento apesar de ter um apartamento seu na área de Lisboa, onde reside durante toda a semana, então será bom que se mande às malvas o facto de o subsídio ser legal, com a desculpa de o governante ter a sua residência permanente em Braga, e se corrija efectivamente o mau sinal transmitido à circulação da crise, dos apertos e dos sacrifícios. Está na hora de ser em tudo diferente do que foram os Governos de Sócrates, nos quais todas as esposas-ministros de César nem eram honestas nem pareciam honestas e tinham raiva de quem fosse honesto ainda que ao de leve. 

2 comentários:

Unknown disse...

É imoral. Se a legalidade defende esta prática só isso já diz muito sobre o estado da Justiça no nosso país. Eu não ganho 1400€ de ordenado, quanto mais de subsídio.

São estes Senhores que me pedem sacrifícios.

Pimenta no cú dos outros é refresco.

Leonor disse...

Vergonhoso!