domingo, outubro 23, 2011

NÃO, NÃO ESTAMOS SATISFEITOS


Vi o jogo atentamente. Não foi pelo facto de o resultado ter sido dilatado que podemos descansar como se o nosso jogo intrincado, tenso, rápido estivesse de regresso. Não está. Não há suficiente solidariedade entre os jogadores que permanecem ainda muito distantes entre si, perdendo passes e bolas como se os assaltasse qualquer escrúpulo de a ter numa posse soberba e soberba gestão. Um feito de vontade como este jogo não esconde o que ainda desgarra jogadores e equipa técnica e será necessário superar até se perceber algo mais sistemático numa equipa novamente coesa e solidária. No final, em declarações à TVI, Vítor Pereira disse estar satisfeito. Não pode ficar satisfeito. Eu não estou satisfeito. Nós queremos mais: as marcas de intensidade e valor vistas e revistas no ano de quase todos os troféus. 

2 comentários:

Anónimo disse...

Caro Joaquim,

5-0!
repito 5-0!

Num jogo que o Porto dominou, atacou, foi marcando, até com algumas boas jogadas e bons golos.

Tenho alguma dificuldade em perceber como pode ser este um jogo em que não se fica satisfeito.

Ab,
luís f

jotaeme disse...

Olá bom dia! Concordo com esta analise! Não podemos estar satisfeitos visto que o nosso FCP, tem de ser ainda mais agressivo(no bom termo), e mostrar mais coesão como equipa!
Só os medíocres se satisfazem com a "normalidade"!