domingo, agosto 23, 2009

2010, ANO GLORIOSO DO SPORTING

Do ponto de vista do mais elementar realismo desportivo, o Sporting é a única equipa grande a viver dentro das suas possibilidades e isso terá de ser levado em linha de conta todas as vezes, não para minimizar, mas para relevar o potencial leonino, que é enorme e precisa ser provado. Todos os jogadores do Sporting estão obrigados a transcender-se e a encontrar o seu caminho de coesão determinada. Este terá de ser o ano de Vukčević e Moutinho, o ano de Veloso e Caicedo. A equipa de Braga tem experiência e mérito. Soube explorar o quanto o acesso à Liga dos Campeões estava na cabeça dos adversários. A Liga está fresca, nada é decisivo. O Benfica está nervoso. O FCPorto está nervoso. Competir é um teste continuado à vontade mais férrea que depois as pernas de carne mal acompanham: «Estrategicamente tapada ficou a enorme tarja que uma claque leonina exibiu instantes antes do início do encontro: “2.º lugar não é opção, queremos o Sporting campeão!”.»

1 comentário:

Anónimo disse...

O que diz a ovelha ao pastor bento? Mééééééé´o Sporting está uma méééé memé!