segunda-feira, agosto 17, 2009

ESSE VERGASTADOR CANSATIVO

As aparições de Fátima do afanoso e verborreico Sócrates são um tormento. O sentido do sádico não tem limites em quem, dia após dia, se atreve a vergastar-nos com a mesma retórica e com as mesmas mentiras, erodindo a nossa paciência, torturando-a, armando-se em estrela imprescindível no deserto democrático português onde a corrupção e a incúria são quem mais ordena. Não vale a pena fazer flores. Um Governo de Fingimento entregue à Avidez Corporativa não tem nada a dizer que mereça ser ouvido. E essas aparições desesperadas do sr. Sócrates só podem ser desporto para quem come lagosta a cem euros o prato e nunca se manca. De resto, entra lagosta e pessoal avençado, dando o melhor nos blogues nascidos a martelo para defender precariamente a mais acabada Fajutice em pessoa, e entram também velhinhas reformadas pau-mandadas a gaguejar quando, telefonando para os Fora da SIC-N, defendem também muito a medo, transidas de nervos e com hiatos intermináveis, a podridão desonesta socratesiana: «O primeiro-ministro José Sócrates reconheceu hoje, em Amarante, “que ainda não é o fim da crise”, mas salientou que foram os investimentos públicos que tiraram o país da recessão técnica.»

1 comentário:

Anónimo disse...

Sócrates ganha 57.000 € líquidos por ano. É um homem rico em Portugal. Quantos portugueses podem dizer que ganham essa quantia ? Porque é que os portugueses ganham tão pouco ? O PS já teve 12 anos de governo nos últimos anos e não conseguiu dar riqueza aos portugueses. Porque é que a maioria dos portugueses é pobre ? Nas monarquias de sucesso do norte da Europa qualquer pessoa da classe média ganha tanto como o primeiro-ministro Sócrates. Pena Sócrates ser um dos poucos portugueses que têm um nível de vida ao nível da média das monarquias europeias. Portugal necessita passar de uma república para uma monarquia. Os portugueses viveriam muito melhor. Os "clubes de amigos" republicanos não deixam que Portugal e os portugueses evoluam. A república existe em Portugal há cem anos. Portugal está em último lugar na Europa Ocidental. Na Europa Ocidental os portugueses são os mais pobres. Parabéns ao PS por este resultado.