segunda-feira, agosto 31, 2009

O FUNDAMENTAL

«Para mim, o fundamental é a constatação de que qualquer alternativa no leque partidário, seja ela qual for, é infinitamente preferível ao ataque ignóbil, sob a forma de afrontas, de invectivas mentirosas ao prestígio dos professores e de imposição de medidas discricionárias e aberrantes, que o PS de Sócrates quer continuar a mover e a impingir aos professores, como ainda hoje a ministra-general da guerra contra os professores o confirmou, num derradeiro esgar de impotência e de ressentimento generalizado, reduzido agora a uma história individual quase psicanalítica de mulher incompreendida e mal-amada.» Octávio V Gonçalves

1 comentário:

daniel tecelão disse...

Convenhamos,que o problema central dos professores,é não quererem ser avaliados,ponto final.
Tudo o resto não passa de adornos.
Eu se fosse professor,se calhar tambem estava chateado com o governo,então eu que trepava na carreira sem me ralar,agora tenho de ser avaliado?