sábado, agosto 22, 2009

OS MAIAS — PLANTAR MAIS LEGUMES

«Ega queixou-se do País, da sua indiferença pela arte. Que espírito original não esmorecia, vendo em torno de si esta espessa massa de burgueses, amodorrada e crassa, desdenhando a inteligência, incapaz de se interessar por uma ideia nobre, por uma frase bem feita.
— Não vale a pena, Sr. Afonso da Maia. Neste País, no meio desta prodigiosa imbecilidade nacional, o homem de senso e de gosto deve limitar-se a plantar com cuidado os seus legumes. Olhe o Herculano...
Carlos, muito sério, apoiava o Ega.
— A única coisa a fazer em Portugal — dizia ele — é plantar legumes, enquanto não há uma revolução que faça subir à superfície alguns dos elementos originais, fortes, vivos, que isto ainda encerre lá no fundo. E se se vir então que não encerra nada, demitamo-nos logo voluntariamente da nossa posição de
país, para que não temos elementos, passemos a ser uma fértil e estúpida província espanhola, e plantemos mais legumes!» Eça de Queiroz, Os Maias, p. 342, Publicações Europa-América, Sintra.

1 comentário:

Anónimo disse...

Para quem se espante com o que Eça escreveu há mais de cento e vinte anos e que infelizmente tão actual e verdadeiro se mantém, sugiro igualmente uma leitura atenta a:

Portugal Contemporâneo - Oliveira Martins
Memórias - Raul Brandão
As Farpas - Ramalho Ortigão
Dom Miguel e a sua época - Paul Siebertz

Depois de Pombal, Maçonaria e Opus Dei é governam Portugal!
Enquanto os Portugueses deixarem!!!