sábado, setembro 24, 2011

ALVALADE EM GRANDE NOITE DE EXORCISMO

Se resultados sólidos como o de esta noite, frente ao Vitória de Setúbal, forem habituais, não estarão os leões muito longe de criar um espírito de triunfo que alastre como um vírus e se faça ou refaça cultura. Wolfswinkel mostra-se irrequieto, sôfrego, remata, concretiza, jornada após jornada, e parece ter encontrado uma espécie de beatitude letal conforme era apanágio do seu treinador Domingos, cujo faro para o golo era simplesmente admirável. Com o velho orgulho e desempenhos de rival-igual-aos-demais-rivais ressuscitado, o Sporting estará realmente de regresso às grandes noites de competição, o que é óptimo e refrescante. Rivalidades futebolísticas à parte, basta olharmos para a Liga Portuguesa como um mercado de estrelas de segunda linha, aqui e ali, raro, um Falcao de primeiríssima, arena prodigiosa para quem procure os melhores dentre os piores, bons negócios, alguma excelência no desempenho gladiador em cada estádio, e nisto os principais clubes estando juntos, ganharão juntos. Esta noite foi uma noite de exorcismo em Alvalade. Regressa o Sporting com o seu quid de promissor. Ainda um pouco atrás do Braga e dos tais, mas já um prémio para Domingos e para quem nele apostou.

Sem comentários: