quarta-feira, setembro 21, 2011

RECOMENDAÇÃO HIGIÉNICA A JORGE SOUSA


Para muitos narradores da bola, nos despiques entre Jorge Jesus e Vítor Pereira, é JJ quem tem levado a melhor. É quem tem metido mais farpas, é quem tem enfiado mais dardos, é quem tem averbado mais pontos. Não sei se é verdade, mas percebe-se a importância dada a esse jogo fora das quatro linhas tendo em conta que contra André Villas-Boas JJ perdia quase sempre de goleada. Ora, acho muito bem que se antecipe uma recomendação higiénica ao árbitro do jogo, Jorge Sousa. Pequenos detalhes manhosos, por parte da arbitragem, determinaram a consolidação do empate ante o Feirense, para além do experimentalismo táctico ensaiado pelo treinador do meu clube e da fraca vontade manifestada pelos jogadores. Não vamos ao estádio para dormir a cada interrupção dilatada pelo árbitro sem necessidade. Um árbitro que não esteja em forma não pode apitar. Não pode aproveitar-se das paragens para tomar fôlego ou para secar a equipa com mais iniciativa.

1 comentário:

Miguel disse...

Deixa lá os árbitros. O Falcao já merecia aqui um elogio, que jogador!! 3 jogos, 5 golos. O Real Madrid e o Barcelona andaram a dormir. Aqueles golos hoje ao sp. gijón!!!