quarta-feira, setembro 28, 2011

AMO-TE, DOPAMINA!

Pintura replicada daqui.
Temos de estar gratos aos ratos pelo quanto nos ajudam a conhecer e a compreender a nossa própria biologia, os seus problemas e o seu milagre. Falta o resto, isto é, investigar formas de corrigir «o sistema de produção de dopamina alterado» dos obesos, porque há demasiada gente infeliz sorrindo. E que seria de nós sem ela, essa fonte de prazer, a dopamina?!

Sem comentários: