quarta-feira, setembro 21, 2011

A VIRTUDE ESTÁ NO DEDO DO MEIO

Acho muito bem que Ronaldo tenha mostrado o dedo do meio àqueles que o adoram pela via do apupo, do insulto e da inveja. As paixões negativas são paixões na mesma. Tudo o que leve um caramelo a juntar-se a outros caramelos para, aos magotes, se darem ao trabalho de ir do ponto A ao ponto B a fim de proclamarem juntos que Ronaldo es un hijo de puta merece uma reacção com o dedo já que levaria muito tempo recambiar um de cada vez para aquela parte. O dedo, portanto. O dedo tem poder e dá notícias. Pode Ronaldo ter um ego gigantesco, conforme o acusam apenas por ter dito a verdade e explicado essa violência difusa, toda espanhola, contra si com base na sua riqueza, na sua beleza e no facto de ser um dos maiores craques do planeta. Pode. Nós é que podemos ficar descansados que o seu ego nunca nos molestará. Pelo menos nada que se compare ao Ego flatulente de Sócrates ou ao Ego brutóide de João Jardim. Viva a linguagem não verbal! Viva o dedo metafórico do meio! É onde está a virtude.

1 comentário:

floribundus disse...

mais conhecido por
'digitus impudicus'