sexta-feira, setembro 23, 2011

DO SÁDICO INCOMENSURÁVEL E CÍNICO

Tão bárbaros e sanguinários como os que apedrejam adúlteras nos confins do Irão profundo, estes moluscos norte-americanos não param de surpreender. Assim, mais vale trocar a última refeição pela última foda, desde que seja gratis aos fundos estatais.

1 comentário:

Nuno Oliveira disse...

É Joshua, não sei porque não fiquei supreendido ao ver qual o Estado metido ao barulho...
Este caminho é perigoso. Não tarda retirar-se-à toda e qualquer réstia de humanidade aos carrascos.
A meta, se identificarmos uma lógica que se siga, deverá terminar como o meu caro começou este post.
Os texanos em breve encontrarão no apedrejamento a forma mais digna de se cometer homicídio disfarçado de justiça. E já agora use-se só uma pedra. Amarra-se uma guita, atira-se, puxa-se e repete-se o exercício.
E que a pedra seja pequena, para não cansar o carrasco.

Sinto nojo de alguns humanos.

Abraço.