sábado, março 20, 2010

ANTEDERROTA

Amanhã, perante o Benfica, o FC Porto obterá uma das mais humilhantes derrotas de sempre. É um desastre anunciado. Não se pode reinventar coesão e capacidade do pé para a mão. A atitude competitiva perante o Arsenal e o Sporting foi pior que a de desempregados, sofridos e batidos no desespero inútil dos Centros de Emprego, ou pior que a daqueles estudantes que nem estudam nem têm de facto quaisquer perspectivas de empregabilidade futura ou tóxico subsidiarismo. Não tenho qualquer confiança na minha equipa, embora estes sejam jogos de uma natureza imprevisível. O que se prevê amanhã, no Algarve, é uma vergonha somada à de Alvalade e à do Emirates Stadium. Varela, um dos jogadores que nos últimos embates desaprendeu da garra e do futebol, lesionou-se com gravidade, caput. Depois de aqui ter denunciado todas as situações de enfraquecimento deliberado da estrutura anímica do FC Porto por parte do órgão disciplinar da Liga, é altura de enfrentar outra ordem de factos e capitular perante os dados frios: já não existe ali, no Dragão, uma equipa. Jesualdo está em fim de mandato, desmobilizado e desmobilizador. Para minimizar todas as perdas, sobretudo as de prestígio, chegar ao fim do caminho será um autêntico calvário. Para quem não está habituado a perder, é dose cavalar. Parabéns antecipados ao Benfica por um troféu anunciado!

3 comentários:

a.marques disse...

Amanhã depois de derrotados os Benficas vão dizer que esta competição não estava nas suas prioridades.

Dylan disse...

Se todas as suas previsões forem aquelas do tipo Sporting x FCP...

A. Marques,

Ganhando ou perdendo, essa taça não é prioridade para o S.L. Benfica [é assim que se escreve]. Não se preocupe...

Rui Santos disse...

Sabe muito. Queres é espicaçar o teu Porto.