terça-feira, março 02, 2010

ENTRE ZURRAR E BUFAR

Venha o Diabo e escolha: «O autor do blog apropriadamente assinado Jumento é um burro velho da blogosfera que se torna especialmente irritante quanto assume o papel de apaniguado, à outrance, do poder que está. Defendeu sempre a defesa dos apaniguados deste statu quo podre de corrupção moral e material. Defendeu sempre os entalados no caso Casa Pia e atacou quem os incomodou, nomeadamente Souto Moura. Quand même, entrou agora em euforia, assumindo a identidade provavelmente porque sente as costas quentes de quem lhe apanigua os postais. O burro do Jumento é um outro Abrantes da blogosfera, e assumiu o anonimato, pelos vistos relativo, porque é funcionário público no activo. Ainda assim, o burro do Jumento tem o direito a não ser mostrado à populaça num gozo alarve de quem espeta do dedo e indica: foi este, senhor polícia!» José

4 comentários:

Anónimo disse...

"desculpas de mau pagador".
"Cada um sabe onde lhe aperta o sapato".
É preciso ser-se sábio, que
"A barba não faz o filósofo".
O Sr. Procurador
"Atirou no que viu, acertou no que não viu" e
"A emenda saiu pior que o soneto".
Sabe-se que
"A gente dança conforme a música", mas
"Devagar com o andor, que o Santo é de barro" e
"Desgraça sempre anda acompanhada".
É verdade que
"Pagar e morrer quanto mais tarde melhor", mas
"pôr paninhos quentes não adianta" e
"Burro velho não apanha, ensina".
Como
"Deste mato não sai coelho",
"Depois de burro morto, cevada no rabo".
"A porta da rua é a serventia da casa".

Carlos Sério disse...

Concordo.

Carlos Portugal disse...

Joshua: Penso que já saberia disto (artigo do i):

Autor de blogue procurado pela PJ e Interpol é quadro das Finanças
por Paulo Pinto Mascarenhas, Publicado em 02 de Março de 2010

O autor anónimo do blogue O Jumento foi investigado pela Interpol. Chama-se Victor Sancho e é um alto quadro das Finanças

O blogue chama-se O Jumento, nome que um autor anónimo utiliza para publicar os seus textos. Depois de uma queixa do antigo director-geral dos Impostos, Paulo Macedo, por alegadas fugas de informação provenientes do interior da máquina fiscal, o autor do Jumento foi investigado pela Polícia Judiciária e, depois, pela Interpol. Não conseguiram desvendar a identidade e a queixa foi arquivada. Mas o i encontrou o autor: chama-se Victor Sancho e é um quadro superior da Direcção-Geral das Alfândegas e dos Impostos Especiais sobre o Consumo, do Ministério das Finanças.

José Lopes disse...

Um artigo de jornal, mais do que infeliz, lembrando-nos outros tempos. O autor do blogue em questão é conhecido pelas suas opiniões e inclinações partidárias que não partilho.
Cumps