sábado, março 20, 2010

REQUIEM POR PORTUGAL

Nada faz sentido. Portugal mais parece uma agremiação autofágica: não se vislumbra justiça e equidade em lado nenhum, sofre quem já engoliu e pagou por todos os vexames que a classe política e os interesses instalados nos impuseram. Quo vadis, País?

Sem comentários: