quarta-feira, março 10, 2010

O DESENCORNADO

Granadeiro, o mais famoso encornado de Portugal, achou que a melhor forma de se desencornar seria atravessar-se pelo Primadonna na Comissão PatÉtica. Duas ou três cambalhotas depois, percebe-se que quem tem um SIS-de-Bolso, tem granadeiros na mão e o diabo a quatro. Aquele que expuser o Primadonna, expõe-se ao mau hálito da sua ira. As retaliações dos pide-abrantes podem ser devastadoras. Por isso, não há mais Homens no País. Só ventríloquos. Por que será que a Grécia não vende as suas ilhas, mas Portugal alienará-privatizará todos os seus anéis e todos os seus dedos?! Maldito socialismo devorista, gayteiro, fascizante! Desmembra Portugal, e o País, em lento processo de cozedura, não o sente. Um a um, os granadeiros salvam o coiro, metem o rabinho entre as pernas e continuam a ganhar os seus milhões, conservando o seu posto de sorvedouro. Outros, penhorados de BES e esmagados de Fisco, padecerão agruras e apertos no seu posto de trabalho precário, onde envelhecerão numa vil e apagada pobreza.

2 comentários:

balde-de-cal disse...

na terra dele dizem "agachê-me".

contavam a seguinte quadra:
«fui soldado artilhêro
na batalha do Buçaco;
levei um tiro no trasêro
inda cá tenho o buraco»

toca a saque todas as manhãs

Pata Negra disse...

Olha se não tivessem existido as nacionalizações! Aonde é que eles iriam buscar a massa que nos roubam com as privatizações?
Um abraço com dois dedos médios