sábado, março 20, 2010

INFERNIZADOR INFERNAL

Esta coisa em forma de primeiro-ministro não aprende. Ninguém como ele para fugir às responsabilidades, fazer peito, e abusar dos choradinhos vitimistas, como se não houvesse mais mundo nem mais país para lá da seu incomensurável narcisismo. Inferno em figura de gente a degradar e a arrastar Portugal ao abismo dos abismos.  

Sem comentários: