quinta-feira, março 04, 2010

SAY NO MORE, BALSEMÃO!

É grande o pivete emanado do ávido grupúsculo socratista. Espraia-se ele num Regime que, com os seus palhaços e tagarelas justiciários, constitui o respectivo piveteiro. Dead man walking. Recorda-me a história de um grande amigo quando, para fugir à ração militar, durante a guerra colonial, cozinhou certa vez um peixe descomunal, em Angola. Grande e sobejante mesmo para mais de trinta comensais. No final, juntados os restos, levaram-nos para o contentor com tampa maciça de madeira. Pela manhã, deram com ele a tranbordar de larvas, nascente pútrida inesgotável: «Francisco Balsemão foi primeiro-ministro de Portugal e deixou saudades ontem na sua prestação na comissão de Ética. Disse: "Quem lê, vê e ouve meios de comunicação social distingue muito bem o que é bom e o que é mau." E acrescentou: "No excesso de leis e regulamentos sobre os jornais, nas preocupações excessivas com conteúdos, nos apoios que concedeu a alguns grupos, existe um esquema de cerco deste governo à comunicação social."» MAF

1 comentário:

ferra-te disse...

Que inveja, é duro ver um jumento tão badalado, não é Joaquim?