BERLUSCONIZADOS E MAL PAGOS

«De facto somos mesmo portugueses; modestos, periféricos, de rasgo pouco duradouro, de escândalo pequeno como a alcovitice nas aldeias. Até os líderes ridículos cá são mais pequeninos: a Itália, ainda assim, tem Berlusconi, as suas putas maiores e menores, o seu capachinho Gucci, os seus fatos de seda e de alpaca feitos por medida em Milão, os seus carros de luxo, as suas casas novas-riquíssimas, as suas estações de televisão, as suas emendas estratégicas e abertamente gangsters à lei, os seus guarda-costas, os cidadãos que lhe esfregam maquetes de catedrais no focinho, o seu sorriso de boneco-de-loja mas com o charme dos mafiosos etc.; e tudo num País fabuloso de história, cultura, arte, povo, tradição. Nós cá temos pinto-de-sousa: sabe-se onde roubou os seus milhõezitos e a quem em concreto (a nós); sabe-se que vive num prédio, que teve uma empresa de pneus com o doutor-dos-robalos e a velha edite. E que gosta de coisas com ecrans e duns fatitos de pronto-a-vestir com um largo emblema de fábrica, com umas asas. Pobreza.»

Comments

floribundus said…
o zé sapatilhas só compra vestuário e calçado na feira do relógio