quarta-feira, setembro 29, 2010

RESPEITO JORGE JESUS

Não foi original Jorge Jesus, a quem respeito, quando disse ao site-órgão informativo da UEFA que o Benfica é vivido pelos seus adeptos como uma religião mais que como um clube. Eu diria que é vivido como uma herege idolatria legítima, por vezes masoquista, coisa bem menos grave e irracional que ser, nos dias de hoje, "socialista". Não se compreende tantos adeptos do sistema responsável pelo desastre em decurso que reduz o rectângulo a cinzas.

1 comentário:

floribundus disse...

todos falidos

numa parede em 1975
'Jesus vem!'
devia
ser adepto dos índios

vem e qualquer dia vai