quarta-feira, setembro 15, 2010

CASSANDRA CANAVILHAS

O Partido Socialista/Governo está com um problema de credibilidade prolongado e inaudito, mas, para se ser justo, é todo o sistema partidário que se coloca em causa por não ser defensável o Estado Social sem profundas e corajosas alterações ao seu financiamento. Já não surpreende que a barcaça-jangada portuguesa roce o mais patético dos naufrágios e isso não afecte o PS-Governo nas sondagens ou na opinião publicada [embora as habilidosas sondagens "modernas" tenham um preço manhoso de amigo e valham o que valem]. A verdade é que os portugueses não querem saber de más notícias, notícias do bloqueio, e preferem uma má realidade a um mau futuro anunciado, ainda que realista. O que nós, bloggers, temos a anunciar acerca do momento do País não pode agradar aos portugueses que aliás nem lêem nem descodificam mensagens subliminares à Chávez quanto mais directas e duras, típicas de bloggers. Isolado por todos os partidos PS/CDS-PP/BE/PS, na questão da Revisão Constitucional, o PSD recaiu na toada parda das direcções anteriores: extenuado ao primeiro passo. Combatido ao primeiro lampejo de debate. De repente, comparece Gabriela Canavilhas com «o colapso iminente do Estado Social», um discurso afinal cru e realista, típico de Cassandra, de onde menos se esperava. Não, não proveio de Vasco Pulido Valente. Vem de uma ministra, membro de um Governo  péssimo amante da Cultura, frígido impulsionador dela.

2 comentários:

Anónimo disse...

"Iminente" como quem diz ...
Já em 1996 o Professor Marcelo nas suas aulas de direito constitucional na FDUL, acerca do Estado Social, dizia que as pessoas teriam de se desabituar a ele, porque o Estado Social "já era".
Isto há 14 anos ...
Calculo que o colapso não seja iminente, já deve é ter mesmo acontecido, e a notícia vai ser dada aos bocadinhos e não da forma brutal, pragmática e, sobretudo, sintética (benzódeus) do Professor Marcelo.

Anónimo disse...

Não há colapso iminente que perturbe os tugas. Estes têm uma fixação doentia por vigaristas/aldrabões e adoram ser maltratados.
Cá para mim, o injinheireiro até pode destruir a merda do país, que os lorpas, ainda o vão aplaudir.
Nas próxima eleição preparem-se para uma nova maioria do xuxalismo. É limpinho!....