quarta-feira, setembro 15, 2010

COVARDIA RAPACE

Espero efectivamente, Daniel, que a cada oportunidade de se votar, se vote cada vez mais à margem e na margem do Sistema, coisa que se faz presentemente engrossando a horda de abstencionistas. Mas entendo que a lei eleitoral deve ser "rasgada" e aberta aos cidadãos para além dos partidos. Estamos enjaulados numa bitola sem saídas nem rupturas, fora dos partidos, por causa do determinismo hegemónico dos partidos. Basta! De resto, espero que resulte legal e límpido em breve o primeiro plebiscito ao Regime: nenhum Regime é perfeito, mas alguns degradam-se abaixo do limiar da infecção. Ora uma República com o prestígio de uma cloaca, como a nossa, justificadamente rebaixada e subalternizada pelo governo da Alemanha, em razão da respectiva covardia rapace, na fiscalidade, e respectiva incontinência, na despesa corruptora, merece bem ser plebiscitada. No mínimo.

2 comentários:

Anónimo disse...

Votar à margem e na margem do sistema é o que sempre faço.
Se a itália elegeu para o seu parlamento uma porno-deputada (chicholina). Os tugas poderiam eleger o algarvio Camarinha.
Se o homem se candidatar, pode contar desde já com o meu voto.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.