quarta-feira, setembro 08, 2010

INDECENTE ATAQUE DE DECÊNCIA

Meu coração estremece de comoção com o zelo e a ética que de repente acometeram dois "socialistas" insignes no actual canto do cisne "socialista". Jaime Gama e José Sócrates “descobriram” que os membros dos seus gabinetes tinham ficado de fora do corte de cinco por cento de salários aprovado em Julho pelo Parlamento. Querem ser incluídos. Retroactivamente? Coisa duvidosa. Ora estas descobertas ocorrem precisamente uma semana depois de o Presidente Cavaco Silva ter ficado surpreendido com essa dupla omissão. Foi a saca-rolhas. Ainda é nada. Vale o que vale. Se o escrutínio do cidadão e contribuinte fosse por aí fora, os cortes de galhos, cornos e chifres clientelares poupariam ao erário uma pipa de massa preciosa. Mas a anedota pormenoriza-se: 1. Jaime Gama comunicou hoje à conferência de líderes que «não fazia sentido» o seu gabinete e os dos quatro vice-presidentes ficarem excluídos dos tais cortes. 2. Por isso pediu a anuência dos grupos parlamentares para alterar a lei aprovada. 3. O ministro dos Assuntos Parlamentares, Jorge Lacão, afirmou ter-se descoberto que o gabinete do primeiro-ministro «tinha ficado de fora». 4. Por isso, o gabinete de José Sócrates escreverá à Assembleia para que os membros do seu gabinete sejam incluídos nos cortes dos salários: a carta de Sócrates ainda não tinha chegado à Assembleia da República à hora da conferência de líderes, pelo que os grupos parlamentares aguardavam para ver o cómico da argumentação.

6 comentários:

José Lopes disse...

Então não sabiam? Os deputados também não? Então o que é que estão lá a fazer?
Bem me parecia...
Cumps

Daniel Santos disse...

Estou agora na expectativa de saber quando é que alargam a lei a gestores, directores e afins, das grande empresas Publicas. Excepto para o senhor Almerindo Marques, que de forma preocupada, todos os meses escreve ao governo a anunciar a falência das Estradas de Portugal.

Anónimo disse...

Mas que anedota!
A verdade é que estes mafiosos continuam a brincar com as pessoas que, quais carneiros tudo suportam.
O que interessa é o Queirós e a vergonhosa campanha a respeito dos pedófilos, nomeadamente a indecente campanha mediática do Cruz, com o apoio da chamada comunicação social.

Octávio Diaz-Bérrio disse...

Pois... mas a quem tem o RSI cortaram 15%.
Ora a quem apenas tem 187€ fazem mais falta os 28€ agora retirados do que a quem tem pelo menos 1500, onde os 5% representam 75.

Anónimo disse...

Qual engano, qual carapuça! Isto foi mais uma marosca para enganar o tuga retardado. Ao deixarem de fora o Gama e o injinheireiro, permitiu que o mesmo se viesse agora, a armar em paladino da solidariedade para com os pobrezinhos!
De outra forma, os míseros 5% retirados do bolso dos canalhas, passariam despercebidos e a populaça não enxergaria a nobreza deste gesto altruísta.

Não esquecer que a perda daqueles 5% serão largamente compensados com um aumento no plafond do cartãozito de crédito.

Fastmidia - Hospedagem de Sites disse...

Parabéns pelo artigo.