segunda-feira, dezembro 13, 2010

O ESTERTORAR DA RÃ

Que os presidentes das duas associações de directores escolares existentes no país agora se unam e estrebuchem ao convocar todos os dirigentes de escolas públicas para uma reunião nacional, a 8 de Janeiro, a fim de decidirem «as medidas a tomar face à instabilidade criada pelo Governo nos estabelecimentos de ensino» é muito lindo, mas tão tardio como o acordar da rã que coze na água fervente. Entre doentiamente zelosos de última da hora e desesperançados precários, os docentes "avaliados" nas Escolas deveriam saber que não há por onde ir acotovelando-se. Só havia como ir rechaçando as cretinidades ministeriais. Agora é tarde e Inês defunta.

1 comentário:

Joaquim Ferreira disse...

O que se passa com a Educaçao estava tudo previsto... escrito... e publicado. "Autonomia Conquistada Vs Autonomia Enquistada".
Que esperavam? Ainda vem aí o que ninguém está à espera..."Depois dos Mega-Agrupamentos ..."