domingo, dezembro 12, 2010

SHARK EL-SHEIKH

«A água borbulhava como numa máquina de lavar. Eu andava aos tombos por entre o sangue. O tubarão continuava a golpear e a morder aquela pobre mulher e eu mal conseguia manter-me à superfície.» Ellen Barnes

3 comentários:

floribundus disse...

o tubarão do largo dos ratos é muito voraz

Miguel Gomes Coelho disse...

e o safio do largo dos parvos é um pisco temático...

D"SUL disse...

Que boquinha sensual!!!