sexta-feira, maio 02, 2008

QUEM FICA É DONKEY


Para onde quer que olhe, há miséria, há fome.
A timidez e reserva naturais de quem passa mal
não permite escondê-lo indefinidamente, daí o nosso estado de choque.
«Onde está fulano? Onde está cicrano?»
Emigraram. Emigrar! Emigrar! Emigrar! Suíça, Espanha, Espanha, Espanha!
Exílios dourados no Brasil, com umas parcas poupanças que lá se reproduzam
e possam manter uma família e nem se hesita.
Eis a palavra de ordem praticada e desesperada - emigrar! -
e desertar disto, de esta desconfortável nacionalidade encurralada pelos GovAbusadores,
os Josef Fritzl da Política Nacional, que nos sequestram pão, trabalho e dignidade
pelo tempo que lhes apraz e pelos processos que legislativamente lhes convêm!
A nacionalidade portuguesa só é digna e razoável de viver para uma minoria ignorante e avara.
Desertar, emigrar é o que a muitos se afigura obrigatório, como no Longo Passado!
O mal-estar geral, o sentimento de furto desbragado ao Cidadão,
de exploração impune e nas calmas do Cidadão,
de aproveitamento da ignorância e anomia gerais
para ir ao Bolso ressequido do Cidadão, enfim,
o logro estatal continuado a que assistimos,
desmobiliza gritantemente disto. Como se suporta isto-País?
Não se suporta!
lkj
O ambiente vai pesado e ressentido e adivinham-se reacções furiosas
porque a mentira e a desonestidade têm prazo de tolerância
e a tolerância já acabou.
lkj
A Incompetência e a Cupidez Desenfreadas converteram em aprendizes de Putin,
em imitadores de Mugabe, em emuladores de Chávez
os actuais Pastores inconstestáveis da nossa PseudoDemocracia.
A Crise Especulativa dos Combustíveis e dos Alimentos que varre o Mundo,
em Portugal, é sobretudo uma Crise de Carácter, é a hegemonia do Mau-Carácter,
uma crise do Estado, enquanto Servidor do Povo,
porque o Estado tornou-se Escravo da Economia e Clepto-refinou-se.
Por isso, Portugal é um Triunfo dos Porcos e Burros são só os que ainda ficam!
lkj
Belo projecto ficar a governar para as moscas ou fingir que há País,
dissolvendo-lhe as Esperanças e as Energias todos os dias,
com a humilhação de cada vez sermos mais os últimos,

2 comentários:

Pata Negra disse...

Onde estão os meus amigos?
Foram-se!... Fiquei-me!
Foram-se para isto!
Um abraço de fico

antonio ganhão disse...

Os porcos não passarão! Radicalização à esquerda e terrorismo anarca.