quinta-feira, agosto 28, 2008

CHIP NA CHAPA CHIP NA CARNE


Apesar das reservas que esta medida faz pressupor,
Entre os desastres da legislatura não podemos incluir a tónica obcecada nas tecnologias
e esta é mais uma oportunidade de incentivo e investimento pelo Estado nesse sector.
Haverá, com este chip, mais uma empresa portuguesa que, paga pelo Estado,
abraçará o projecto, engordará graças a ele, e, por assim dizer,
magalhanize a inovação portuguesa e a exclusividade portuguesa
em parte de fachada, em parte, mas pequena, real.
ljj
De boas intenções está o inferno cheio e o Governo também.
A bondade de muitas medidas traz paralelamente derivas securitárias, controleiristas,
que cercarão o cidadão de não pequenas invasões da sua esfera privada.
lkj
Pense-se nos elementos biométricos a constar no novo BI,
e que um dia talvez recubram dados genéticos
e outras intimidades intransmissíveis, e agora a possibilidade
de, em tempo real, se poder monitorar movimentos pessoais com o Chip Automóvel,
nada disso pode ser olhado desportivisticamente.
Veremos. Mas o cerco bigbrotheriano está aí, em pleno, grão a grão,
hoje na chapa. Em breve na carne.
lkj
O minúsculo cidadão é em qualquer caso comido,
está em qualquer caso contido e controlado por múltiplos dados cruzados,
está delimitado pelos sistemas informaticodependentes, informaticodivinos,
informático-controleiros, viciadores omniscientes,
como o mega sistema informatizado do Departamento de Jogos
da Santa Casa da Misericórdia ou o ainda mais mega sistema informatizado
central do Euromilhões que garante a normalização e rentabilização de um jogo
hiperssaturado de apostadores loucos, atrevidos e engenhosos.
lkj
O controlo é geral, é apertado e é infalível. Chamem-me louco e um dia dar-me-ão razão.
Com um grande poder advém uma grande responsabilidade?
Não. Nos tempos modernos, com um grande poder advém somente
um incomensurável controlo que se opera com a simplicidade
de sistemas muito densos e avançados de alta tecnologia
ao serviço dos Estados. Ao serviço do Dinheiro.
Garantindo a nossa insciente e obediente bovinidade.

6 comentários:

Anónimo disse...

Quando vi as intenções do governo de levar a cabo este projecto, que para além de gastar desnecessariamente o dinheiro dos contribuintes, também coloca em causa as nossas liberdades individuais, achei que era altura de fazer alguma coisa. O resultado disso, curiosamente surge hoje, com uma petição online que eu e um grupo de amigos decidimos elaborar. Portanto convidava o autor deste blog e todos os que se encontram indignados com este projecto a assinarem: http:www.ipetitions.com/petition/siev.

j. manuel cordeiro disse...

Um incrível atentado à liberdade individual. 1984 fica mais perto.

quink644 disse...

Por vezes, apetece-me mesmo dizer em vernáculo puro e duro onde queria que eles colocassem os chips...
Contudo, o que mais me entristece é a passividade bovina do português, que vê os seus direitos serem perdidos em prol de negociatas e idiotias... Irra, estou cada vez mais farto...

Anónimo disse...

Os cães já são obrigados a ter o Chip, as viaturas motorizadas vão ter Chip, e o que se segue? Os contribuintes?, os funcionários públicos?, Os utentes do Serviço Nacional de Saúde?... O mais estranho é todos os que têm responsabilidade nesta área estarem muito caladinhos... até o ACP, e assistem a este novo rogabofe de imposto emcapotado, em que mais uma vez quem paga é o Zé Povinho.

Anónimo disse...

Seria bom verem este filme documentário até ao fim (é um bocado comprido, mas vale a pena) : http://video.google.com/videoplay?docid=-2282183016528882906

Anónimo disse...

Vale muito a pena ver!!! - http://video.google.com/videoplay?docid=-2282183016528882906