sexta-feira, agosto 29, 2008

E AGORA, DEMOCRACIA?


Para sossegar os desconfiados das alíneas mais polémicas
de esta nova Lei da Segurança Interna há pouco promulgada,
não da Função, mas do mérito e currículo daquele que será o primeiro
e próximo detentor da função e figura
de Secretário Geral do Sistema de Segurança Interna, Mário Mendes.
ljj
O problema será quando o tardio desfibrilador da Democracia,
a opinião livre, independente, crítica dos Media, a intervenção espontânea da cidadania,
por muito que seja accionado, não mais ressuscite o cadáver recente
da independência e interdependência dos Poderes.
Ficou um buraco: a dependência política dos Poderes.
E agora, Democracia Portuguesa?!

1 comentário:

H. Sousa disse...

Quero eu lá saber do currículo de um crápula? Até pode ter ganho prémio Nobel...