sábado, agosto 30, 2008

FC PORTO VERDE VERDE BENFICA



e fora do habitual registo medíocre e duvidoso de épocas anteriores.
Pela primeira vez em duas décadas,
o Benfica parece ter o perfume do charme e da excelência.
Duas décadas a desmantelar plantéis, época após época,
plantéis verdes e inexperientes, medíocres também, e a partir sempre do zero,
terão de ter servido para a aprendizagem de alguma coisa,
além dos sucessivos golpes nas finanças do clube.
lkj
Este ano, com Rui Costa, tudo parece diverso.
Em cada recomeço, parece sempre diverso
até prevalecerem os lugares-comuns da impaciência, da desautorização, da crise interna,
com consequente redestruição das equipas de futebol, após uma época sem títulos.
lkj
Apesar de tudo isso de promissor, o certo é que o Benfica está verde e inseguro.
A mesma coisa se pode perceber no FCPorto: está verde e inseguro.
Duas equipas verdes e inseguras vão, portanto, alinhar no Estádio da Luz.
O empate é o mais certo. O desequilíbrio da qualidade não pode notar-se neste momento.

1 comentário:

João Roque disse...

De todos os posts publicados hoje aqui no blog, escolhi este, por eu ser um benfiquista convicto, e por ter sido realmente um justo empate, o resultado final, para dizer da minha satisfação da descoberta do teu blog, num post publicado no "Castelo d'Areia" que habitualmente leio e comento.
Foi pois uma agradável surpresa e espero voltar mais vezes..
Abraço.