domingo, agosto 24, 2008

SONHO IUCHTCHENKO DE VERÃO


A intervenção da Rússia na Geórgia foi um ensaio de expansionismo de curta duração,
aproveitando o pretexto dado pelo ataque do governo georgiano!
Foi devastadoramente cruel, infestada de mercenários,
crimes avulsos, pilhagens a doer,
e há, entre nós, democratas mais democratas que os outros
e que consideram esta reação e aproveitamento desproporcionado normais.
Se a Rússia o desejasse, ninguém poderia impedir
a anexação da Geórgia pela força! E tudo isto teria de ser visto como normal?
Impedir que um presidente apoiado pelo Bush tivesse feito um ataque cobarde e criminoso
a populações russas que habitam a Ossétia do Sul foi impossível,
mas pode ser pode ser visto como um precedente normal
em face da russificação agressiva de muitos territórios pertencentes a outros povos,
pense-se na Letónia e na Estónia, pense-se na castelhanização secular do País Basco.

Poucos democratas podem achar isto normal,
mas há democratas que querem desculpar todas as violações
aos donos da putativa democracia Russa.
A Nato bombardeou a Sérvia e promoveu a independência do Kosovo,
cuja população é de 70% de albaneses, berço da Nação Sérvia, e quase toda a gente no Ocidente acha que isto é normal! E não é?!
O Ocidente prende e julga em tribunais especiais pessoas sem culpa formada
e com defesa escolhida pelos que os julgam e acham isto normal. E com Karadzic, não é?!
A Nato chacina milhares de inocentes, crianças e mulheres,
no Afeganistão com bombas de fragmentação proibidas pela ONU
e os democratas do Ocidente acham isto normal
porque preferem que uma multidão vestida com cinturões armadilhados
não venha por aí a chacinar milhares de inocentes, crianças e mulheres
imigrantes e nativos a viver na Europa.
lkj
Para fugir à intervenção dos tribunais legais, os americanos e não só
têm centenas de prisioneiros em barcos-prisão que navegam só em águas internacionais,
onde se aplica o direito internacional e os democratas do ocidente acham isto normal
porque certamente os terroristas não têm barcos-prisão quando torturam e degolam
os nossos democratas o mais rápido que puderem!
lkj
Por isso mesmo, a Rússia, os USA e muitas nações ocidentais são um péssimo exemplo.
Por isso, a Ucrânia de Iuchtchenko prefere a Europa,
o bem-estar e a democracia da Europa
à lei brutal das máfias russas que asfixiam os democratas mais democratas
que temos entre nós, defendendo, polindo e engraxando, apesar disso,
a democracia Russa, meu Deus.

Sem comentários: