domingo, fevereiro 14, 2010

RELES RAÇA RARA DE BLOGGER

«Só há uma raça de blogger que me escapa: a que tem nome, mas é anónima; tem tantos arquivos, e sabe tanto sobre tanta gente, que, mais do que ter um blogue, parece uma central da blogosfera; que, mais do que causas, tem obsessões, como só as tem quem tem de responder a patrões; que, enquanto o resto da malta faz isto ao fim do dia, ou ao fim da semana, quando há tempo e pachorra, tem sempre o dedo pronto, o post a sair, o link preparado, a ficha encontrada (e sempre inventivamente disfarçada por um post sobre um livro, ou um disco, ou uma pintura, viva a imaginação). Este tipo de blogger é muito forte: tão forte, tão forte, que eu até acho que não é um blogger: porque blogger nenhum se entretém a pôr na rede as fotos de pessoas que vão a manifestações, ou os CV’s, supostamente secretos, das pessoas de quem não gosta: este tipo de blogger  que eu aconselho quem ainda não conheça a conhecer, nas suas múltiplas expressões  é a miséria moral da blogosfera, e é o melhor argumento que existe para correr depressa com quem o inventou.» António Figueira

2 comentários:

Daniel Santos disse...

se é para correr com a miséria, acho bem.

Anónimo disse...

olhe finalmente me presta um serviço decente! Obrigado por me fazer encontrar um tão excelente blogue! Continue com o veneno entretanto! Abraços