sexta-feira, novembro 21, 2008

EXPIAÇÃO DO BODE, A MÁFIA POR TRÁS


A convicção geral é a de que Oliveira e Costa rapidamente será transformado
numa espécie de Vale e Azevedo novo, de esta vez mais magro e com menos saúde,
pequena rã que vem agarrada ao dedo da Justiça, nele se concentrando
o ónus de tudo e nele começando e acabando, como num resumo humano,
toda a suposta massa de indivíduos na sombra corrupta e criminosa
que peja de bloqueio e opacidade o nosso sistema infrademocrático
nos seus circuitos anónimos de dinheiro sujo.
lkj
Muito ajudaria que na verdade fossem ouvidos em sede parlamentar
os que o desejam e os que para o efeito forem devidamente convocados.
Pelo menos assim esse manto de suspeição e de meias-verdades
por momentos aparentaria menor espessura.

6 comentários:

Tiago R Cardoso disse...

Mendigo a justiça, peço esmola em nome dela pobre justiça que anda pelas ruas, descalça com frio, maltratada por todos.

Alguns apedrejam-na outros usam-na e deitam fora, é um objecto na mãos dos donos de Portugal.

Corja de pilha-galinhas.

(um abraço para os Quatro.)

Manuel Rocha disse...

Sim, estamos de acordo nesta leitura ( é raro, mas acontece:)). Bode expiatório precisa-se, e o senhor em causa é o que está mais a jeito ! Santa ingenuidade a que acredita que estes processos de engenharia financeira podem ser concebidos e executados por uma só pessoa !

antonio ganhão disse...

Eu não sei porquê simpatizo com os mais fracos e perseguidos, tenho uma certa simpatia por Vale e Azevedo.

José Lopes disse...

Não sei se a Justiça vai prevalecer e se o crime irá ser castigado. É uma dúvida metódica de quem sempre viu a grande fraude sair impune, depois de arrastados processos, neste país.
Bfds
Cumps

Peter disse...

Porque motivo o PS não permite que sejam ouvidos?
Ingenuidade a minha.

Anónimo disse...

A hora a que o Oliveira e Costa foi levado para ser interrogado, deve ter sido a contar que o Sr ainda não tivesse jantado e que dessa forma, rápidamente e em troca de uma sandes de máquina fosse revelar toda a trama!


Cheio de sorte que ainda chegou a casa em tempo para a ceia.

Gosto destas cenas... não me dá é para rir.. Pena!!