terça-feira, novembro 04, 2008

SANTOS SILVA CONTRA-ATACA


O dia está hegemonicamente voltado para o despique eleitoral
norte-americano, prevê-se que afinal renhido e, do meu ponto de vista, imprevisível.
De modo que outros temas periferizam-se da nossa atenção,
mas será de todo o modo irresistível considerar que até a adjectivação de MFL,
altamente pejorativa da índole humana e política do primeiro-ministro,
teve o dom de não surpreender nem chocar ninguém. Descrever um conceito
do agir político baseado no controlo multimodal das vozes contrárias,
no esmagamento subtil das versões opostas à ofcializada, tem sido um papel
sobretudo desempenhado pela bloga e por outras forças vivas
bem vigilantes da acção governativa. É, por isso mesmo,
uma palavra opositiva tardia, geradora do bocejo porque em segunda mão.
lkj
Até com isso por ela descrito o pobre povo português se resigna,
na mão do Estado-PS como está. Pobremente, Augusto Santos Silva [ASS]
sai a terreiro a fazer o que lhe compete, a defender o Executivo,
tentando colocar-se do lado das ideias e dos projectos
em face dos adjectivos, segundo ele, desesperados da líder do PSD.
lkj
Verdade, verdadinha, é que o vício de governar para além das boas ideias
que qualquer sector da sociedade veicule tem sido um mote marcante
de esta legislatura: perante a própria inacção, procrastinação e vazio de ideias,
as mentes iluminadas do governo dão-se ao luxo de menoscabar
sugestões inteligentes para accionar a nossa economia.
Anteriormente, uma sugestão de medida pelo PP
relativa à dívida pública e dívidas do Estado era considerada estúpida e absurda.
Mas há poucos dias, o ministro das Finanças admitiu a hipótese
de recorrer à emissão de dívida pública para regularizar as dívidas do Estado
às empresas, estimada pelo executivo em 2.450 milhões de euros
e estimada no dobro por organizações a elas afectas.
Era uma coisa absurda e estúpida, mas hoje é abraçada de braços e pernas
pelos mesmos que anteriormente a verberavam.
Por que motivo governar não é uma sinergia ampla de boas ideias?

5 comentários:

antonio ganhão disse...

Tu não sejas mauzinho! Que o governo salve o BCP e o BPN, pague chorudas indemnizações, que o preço da gasolina não acompanhe a descida do crude, enfim... agora não nos tires o Obama!

Como ouvi hoje na Antena 1, venha a mudança, mesmo que fique tudo na mesma, já valeu a pena!

SP disse...

Pois, assim vai o mundo e este país!!!

Um abraço assim peludo :)

Seph disse...

esse povo capitalista é engraçado...

Anónimo disse...

Pois!

Tiago R Cardoso disse...

gostei em particular do ASS, bem visto.